3 Truques Simples para Perder o Medo de Falar em Público | Erico Rocha | Parte 39 de 365->LIGUE:51981284195-OU-WHATSAPP:51981284195-RAFAEL-NOVA

3 Truques Simples para Perder o Medo de Falar em Público | Erico Rocha | Parte 39 de 365->LIGUE:51981284195-OU-WHATSAPP:51981284195-RAFAEL-NOVA



Se você quiser participar do 7º Workshop da Fórmula de Lançamento é só acessar:

source

Este post tem 39 comentários

  1. Gratidão!!! É isso mesmo, temos que ter como foco o propósito e não o meu desempenho.

  2. Otimo video! Fez muito sentido p mim! Obrigada!

  3. Toda vez que eu escuto o Érico eu me lembro do Robin do Batman. Essa voz dele de guri e muito engraçado. Abraço

  4. Cidade de Deus é um livro escrito por Paulo Lins. A obra mostra as transformações no conjunto habitacional de mesmo nome, que cresce de forma desordenada, em meio à violência e ao tráfico de drogas.

    O primeiro capítulo da obra, intitulado “A história de Inferninho”, começa com uma conversa entre dois moradores do recente bairro criado, Cidade de Deus, Barbantinho e Busca Pé. Porém, apesar de jovem, o bairro já demonstra índices de assaltos e mortes efetuados por moradores traficantes. 

    A violência e a criminalidade fazem parte do cotidiano dos moradores da Cidade de Deus, e uma disputa para o controle do poder do tráfico é determinante para os assaltos e guerras. Por exemplo, o caminhão do gás é disputado para o roubo entre a dupla Inferninho e Tutuca, e o grupo de Pelé e Pará. 

    Há também retratadas histórias interpessoais: Inferninho se interessa por Berenice, tanto que arruma uma casa e se muda com ela. Um dia, após ser entregue para a polícia por Francisco, Inferninho assassina o morador da Cidade de Deus por vingança e, após cometer o crime, é perseguido pelo policial Cabeça de Nós Todos, que ficou com raiva pois a vítima era um trabalhador. Inho, Inferninho, Pelé e Pará assaltam um hotel, um ônibus, e os crimes continuam a serem frequentes. Belzebu, intrigado com tantos crimes na comunidade, persegue Inferninho e o mata. 

    O segundo capítulo da obra – “A História de Pardalzinho” – conta a história de Pardalzinho, que leva uma vida repleta de assaltos e assassinatos, junto com seu amigo Inho, que passou a se chamar Miúdo. Pardalzinho administrava de maneira satisfatória uma boca de fumo dos blocos, mas em uma briga com rivais, levou duas facadas e foi hospitalizado. 

    Após recuperação, casou-se com Mosca e mudou o visual; comprou roupas novas, novos assessórios. Porém, acaba sendo preso. Após ter sua liberdade, junta-se novamente a Miúdo. Seu amigo era muito mais violento e queria matar Batucatu, o que Pardalzinho era contra. Assim, deram-lhe apenas uma lição através de uma surra. Entretanto, por vingança, Batucatu tenta acertar um tiro em Miúdo, que acaba acertando Pardalzinho, que morre.

    O terceiro capítulo conta a “História de Zé Miúdo”. É nesse capítulo que acontece uma guerra entre bandos de traficantes. Esses bandos são comandados um por Zé Miúdo e outro por Zé Bonito. Essa guerra tem seu início quando Zé Miúdo estrupa a namorada de Zé Bonito, que era um morador e trabalhador honesto da Cidade de Deus. 

    Depois do crime, Zé Bonito lutou por vingança e formou seu bando com bandidos que também odiavam Zé Miúdo. Para se defender, Zé Miúdo contou com a ajuda de seus comparsas e formou um bando para combater frente a frente com a outra quadrilha. A Cidade de Deus torna-se palco, então, de troca de tiros, assassinatos à luz do dia. A comunidade fica conhecida nacionalmente pela guerra de traficantes e, por fim, Miúdo e Bonito acabam morrendo pelas mãos dos policiais.

  5. Você fala muito rápido e tem uma eloquência muito boa, legal mesmo de ouvir kkkk eu seguro uma caneta ou em algum objeto para tirar a tensão do meu corpo e de resto é isso treinando, praticando…

  6. Eu nn tinha percebido mas eu tbm medito antes de apresentar, eu fico em um lugar calmo pensando em tudo que vou fala e respirando profundamente, isso me ajuda mt mt. Apesar de já ter feitos várias apresentações pra minha turma do curso eu ainda fico nervoso e com isso minha apresentação perde a "qualidade".

  7. Cara… Vejo sua evolução, nos vídeos agora sua autoridade está muito alta! E você depois de mais de mil Meditações está muito mais calmo e centrado… Percebi sua mudança, e isso também reflete na sua voz, no seu estilo de vida… E percebemos isso! Você hoje em dia está bem mais calmo e fala de uma maneira que transmite mais autoridade e calma…

  8. muito grato Erico !!! A questão do ego e a inserção da meditação como ferramenta é um dica insight sensacional !!! Gratidão e abraço !!!

  9. Muito bom, Érico! No palco é bem assim também, gostei que citou o ego, o segredo tá bem aí…uma sacada difícil de perceber, mas faz toda a diferença!

  10. No meu canal dou 5 dicas para perder a timidez! Pois isso atrapalha bastante a vida das pessoas!

  11. você é muito bom meu amigo continue postado seus vídeos. obg por compartilhar seu conhecimento

  12. Parabéns pelas palavras! é exatamente assim que eu me sinto quando falo ou converso com as pessoas ….
    fico preocupada se estou usando as palavras corretamente aí acabo me desconcentrado no
    que realmente preciso falar! aí já viu. .. é gagueira,tremedeira, esqueço das coisas. … simplesmente terrível

  13. nossa que euforia..nao tem virgula..nossa respira ae poww.. vc da aulas de como ser um bom orador? iiii

  14. mais o problema é que so das pessoas olharem pra min que eu fico nervosa! eu canto e meu desafio e pensar na letra, mais parece que agora o medo estar involuntário

Deixe uma resposta

Fechar Menu